“É um momento de missão”, diz zelador da coroa do Bom Jesus dos Aflitos

A Coroa do Bom Jesus dos Aflitos já entrou no quarto novenário desde o início de sua peregrinação em 8 de setembro. Daquele dia em diante passou por casas de diversas famílias das comunidades: Matriz, Sagrado Coração de Jesus e Mãe do Divino Salvador. Cada vez que passa de uma comunidade a outra, um responsável assume a tarefa de cuidar do novenário seguinte.

No último domingo (6/10) um novo ciclo se iniciou. Agora é a vez da Capela Nossa Senhora de Fátima e o zelador é Francisco Antônio Tabosa Alves, o Maninho. Ele é enfático ao afirmar que está dividindo a missão com seu amigo Ivan Bastos que há anos cumpre a tarefa, mas que agora, em 2019, precisou de uma ajudinha.

Maninho participa das atividades na comunidade de Nossa Senhora de Fátima (Vila Betânia) há cerca de 30 anos. É devoto da padroeira da capela. Segundo ele, desde que entrou no Encontro de Casais com Cristo (ECC), passou a conhecer um pouco mais sobre a tradição multissecular do Bom Jesus dos Aflitos e tornou-se devoto também.

“É um momento de missão onde a coroa (objeto de devoção) visita várias casas e nós podemos apresentar a nossa Capela e as nossas pastorais. É um grande patrimônio que tem a nossa paróquia”.

Maninho, que sempre acompanhou o parceiro Ivan, se sente lisonjeado de continuar neste ano a tarefa deste seu amigo e antigo zelador, que precisou afastar-se momentaneamente por motivos particulares.

Maninho diz que “as novenas são momentos de forte espiritualidade e, é importante assumir como zelador para não interromper a tradição e não descontinuar o trabalho”. Ivan Bastos tem opinião igual. Atuante na Pastoral do Batismo, e igualmente devoto de Nossa Senhora de Fátima, afirma que foi convidado para assumir essa função pelo próprio Conselho de Pastoral da Comunidade.

“Faço de coração, para mim é muito bom poder zelar pela coroa, recebê-la em nossa comunidade e organizar as pousadas. Tenho guardados vários roteiros e livretos das novenas dos anos passados”, relatou.

O novenário da Coroa do Bom Jesus dos Aflitos na comunidade Nossa Senhora de Fátima acontece até o dia 14/10 quando passará para as mãos de outro zelador.

Informou: PASCOM (Paróquia Bom Jesus dos Aflitos)
Por Luzia Irene Bastos (N. Sra. de Fátima)
Kelson Moreira (Matriz)

Um comentário em ““É um momento de missão”, diz zelador da coroa do Bom Jesus dos Aflitos

  • 9 de outubro de 2019 em 17:44
    Permalink

    Ivan sempre assumiu com muita alegria a passagem da coroa do Bom Jesus dos Aflitos aqui na comunidade. Maninho esse ano assumiu a frente este ano e está fazendo o mesmo trabalho. Como estamos no mês missionário, a coroa do Bom Jesus inicia nossas missões na comunidade, anima os fieis e o testemunho de alguns reaviva nossa fé.
    Vale a pena participar. Obtemos muitas graças.

    Muitos “vivas” `a coroa do Bom Jesus!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *